Conselheiro acompanha visita de diretor administrativo na Agência São José

Na manhã desta terça-feira, dia 26 de abril, o conselheiro Odair Rogério e o diretor do Sintaema Nazareno da Silva Pereira acompanharam a visita diretor administrativo, Arnaldo Venício de Souza, e do assessor Antônio de Sá, na Agência de São José.

Agência São José (1)

O diretor já havia se comprometido em visitar a agência e verificar “in loco” os problemas levantados por nós há muito tempo. Na visita, Odair e Nazareno alertaram o diretor Arnaldo sobre todos os problemas encontrados. “Há muito estamos reivindicando esta reforma e acreditamos que esteja chegando o momento de bater o martelo e iniciar as obras. Não queremos radicalizar, mas se for necessário poderemos tomar as medidas necessárias para melhorar as condições dos trabalhadores na Agência”, afirma o conselheiro.

Estrutura do atendimento ao Público

Agência São José (2)

O novo “layout” do atendimento ao público da Agência São José está sob mudanças, o que chamou atenção do conselheiro e do dirigente sindical, Nazareno, que trabalha na agência.

“O que nos preocupa é forma como vem acontecendo essa reestruturação. Como pode uma empresa como a nossa iniciar uma obra de reforma do local (que envolve diretamente a nossa imagem perante aos clientes), sem consultar os trabalhadores do setor e, muito menos, os setores e técnicos especializados nesse assunto?”, ressalta Odair. O conselheiro também indaga sobre a verba para início das obras, que inclui novas divisórias: “Até aonde sabemos, não havia recursos para reforma da Agência de São José. Quem autorizou e por onde passou esta decisão?”.

“Pelo que sabemos a GPR esta desenvolvendo o projeto para todo prédio, E o atendimento ao público faz parte de outro Projeto? Ou é uma ilha? Pasmem, querem colocar nossos clientes em um cubículo, fechado por paredes, e com uma única abertura. Isto deixa claro as ilhas que existem entre as áreas na CASAN”, alerta.

Mudanças na gestão já

Segundo o conselheiro, há necessidade de reduzir chefias, visto que há sobreposição de chefias. “Delegam atribuições para gerências, chefias e até diretorias que nada tem a ver com a demanda requisitada. Temos urgência na mudança do organograma e na gestão da CASAN, para que, de uma vez por todas, possamos ser mais ágeis e eficientes em nossas atribuições”. Odair ressalta ainda que a CASAN é a maior operadora de Saneamento de Santa Catarina “e para ficar nesse patamar precisamos unir forças e lutar por eficiência ainda maior. Os privatistas ainda estão de plantão, esperando qualquer vacilo nosso para dar o golpe”.

Juntos somos fortes!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s